Translate

sábado, 29 de janeiro de 2011

3 na FOLIA dia 17/02 com Lenine -Salvador/BA

 3 na Folia ( Cláudia Cunha, Sandra Simões e Manuela Rodrigues) no Baile dos Mascarados com Lenine.

INSCRIÇÃO do VI SALÃO DE VERÃO de Artes Plasticas -2011



SERVIÇO:
Galeria Mali Villas-Bôas
Rua Tabapuã, 838 / 5 - Itaim Bibi -SP
Fones; 11 3078-4586 / 3078-0541

Inscrições de 31 de janeiro a 10 de fevereiro de 2011.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Cada Um Com Seus Pobrema em SP

O espetáculo Cada Um Com Seus Pobrema será apresentado no Citibank Hall, dia 30 de janeiro.

Nesta comédia-solo, escrita e interpretada por Marcelo Médici, nove personagens hilários surpreendem o espectador com sua agilidade e talento para mudar radicalmente sua expressão e voz. De linguagem moderna e humor inteligente, o espetáculo contagia o público, levando-o às gargalhadas do início ao fim.


No enredo que o consagrou como um dos mais promissores atores da nova geração, Médici interpreta justamente um ator de teatro que, ao desistir de fazer sua apresentação, começa a falar sobre sua própria vida. Surgem então os demais personagens da história, comentando e criticando com muito humor inúmeras situações do cotidiano, garantindo a contemporaneidade do texto e provocando identificação imediata por parte do público.

A direção de Ricardo Rathsam privilegia a grande capacidade de improvisação do ator, proporcionando características únicas a cada apresentação. Os figurinos, pensados por Kleber Montanheiro, mudam conforme mudam os personagens, provendo dinamicidade ao espetáculo.

Serviço

Local: Citibank Hall
Endereço: Al. dos Jamaris, 213 - Moema - São Paulo - SP
Data: Domingo, 30/01/11
Hora: 20h
Site: www.t4f.com.br

Anelis Assumpção no SESC Ipiranga (28/01)

Anelis é cantora, compositora, filha de Itamar Assumpção e neste show apresenta o repertório de seu primeiro CD: reggae, hip-hop, rock, suíngue e malemolência. O CD será lançado muito em breve!.


com Anelis Assumpção (voz), Lelena Anhaia (guitarra/violão/cavaco), Cris Scabello (guitarra), Mau Pregnolatto (baixo) e Bruno Buarque (bateria/percussão)


Anelis Assumpção
Sexta-feira, 28/01/2011 as 21h
Teatro do SESC Ipiranga
Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga - São Paulo - SP

Ingressos:
R$ 16,00 [inteira]
R$ 8,00 [usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
R$ 4,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes]

Foto: Kiko Ferrite
Produção: Scubidu Prods.

















Daniel Boaventura apresenta show no Vivo Rio, dia 29 de janeiro.

Depois de comprovar seu talento dramático no teatro e na televisão, Daniel Boaventura abraça definitivamente seu talento como cantor. Em 29 de janeiro, pela primeira vez no palco do Vivo Rio, o cantor traz o show Songs 4 U, no qual canta músicas do primeiro álbum da carreira, que já alcançou a marca de 40 mil cópias vendidas.


Daniel resgata grandes standards americanos em uma viagem por marcantes sucessos internacionais. No repertório, releituras de grandes sucessos de Frank Sinatra, Joe Cocker, Barry White, Carly Simon e até de George Michael, garantem o entretenimento do público. No show, Daniel vai incluir um set de músicas italianas, que fazem parte de seu segundo CD e que foram interpretadas por seu personagem em Passione, o cantor Diogo Dias.
O divisor de águas em sua carreira profissional se deu em 1993, no musical Os Cafajestes. A peça tornou-se sucesso nacional, ficando mais de um ano em cartaz só em São Paulo, e resultou no Prêmio Sharp de melhor musical em 1995. A partir dele, recebeu convite para seu primeiro longa-metragem, Histórias da Bahia, além de fazer sua estreia na TV, com o personagem Zico, na minissérie Hilda Furacão. Em 1999, protagonizou O Santo de Casa, com direção de Walter Lima Jr. No ano seguinte, participou da novela Laços de Família e estreou Company, seu primeiro grande musical. Na sequência, ao lado de Marília Pêra, conquistou o Prêmio Qualidade Brasil, como melhor ator pelo papel de King Marchand no musical Vitor ou Vitória. Em 2001, fez seu primeiro protagonista em novelas em Amor e Ódio, ao mesmo passo que encenava no teatro o musical O Grande Dia, baseado na obra de Nelson Rodrigues.


Serviço

Local: Vivo Rio
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Data: Sábado, 29/01/11
Hora: 22h
Site: http://www.vivorio.com.br








Noite Musical com Violonista Fabio Zanon

LADODALUA NO CENTRO CULTURAL RIO VERDE - 28 DE JANEIRO - MESTRE MAURÃO

Após temporada de sucesso no Bourbon Street, o percussionista Dalua faz apresentações intimistas com sua banda, LADODALUA, no Centro Cultural Rio Verde


“Intimista e simples”, em poucas palavras segundo o percussionista Dalua, esse é o espírito que define série de apresentações que começa no próximo dia 28 de fevereiro no Centro Cultural Rio Verde, e segue até o mês de julho.


Reconhecido pela qualidade e originalidade de sua música, Dalua, que em vinte anos de carreira acompanhou artistas como Lenine, Ana Carolina, Maria Rita, Jair Rodrigues, e Arnaldo Antunes, apresenta trabalho autoral ao lado da banda LADODALUA, com repertório que permeia clássicos do samba, a elaborações virtuosas que dão ênfase a percussão e ao improviso.

“Tudo é criado e concebido a partir da percussão. Esse conceito artístico confere à banda uma riqueza de ritmos e muita potência sonora. A guitarra imprime uma sonoridade rock and roll, enquanto os sopros trazem o jazz, somados ao samba do cavaquinho” - ressalta Dalua

“Baião” de Luis Gonzaga, e Humberto Teixeira, “Todo dia era dia de índio”, de Jorge Benjor, “Summer time” de Gershwin e “Berimbau” de Baden Powell e Vinícius de Moraes estão entre os clássicos reinterpretados. Já “Onde tem tambor” e “Saudades das Minas” são composições dos próprios integrantes da banda, que já começam a ter coro entre admiradores que acompanham a trajetória do grupo.

Dalua inicia o show com uma roda de capoeira liderada por Mauro Porto da Rocha, mais conhecido como “Mestre Maurão”, criador do Grupo Capoeira Mandinga. Mestre Maurão por sua vez, trará a cada sexta-feira, convidados especiais, que representam a raiz da capoeira regional. “Foi dentro do ambiente da capoeira, aos seis anos, que encontrei a percussão. A capoeira foi a porta de entrada para o que determinaria meu caminho musical” – observa Dalua, e completa “Mestre Maurão, além de referência de seriedade na capoeira, faz um resgate do samba de umbigada que já vem sendo apreciado por muita gente” – finaliza.

Sobre Dalua e sua banda
Paulista de Santo André, Dalua não pertence a uma família com tradição musical. A música adentrou em seu caminho quando começou a tocar na noite aos 15 anos de idade. Daí em diante, transformou-se em um grande nome quando o assunto é percussão, acompanhando de perto grandes nomes da música popular brasileira.

Suas referências sonoras são Roberto Carlos, Bezerra da Silva, Elton John, Sidney Magal, Luís Gonzaga, Elis Regina, Jair Rodrigues, e um som mais pesado como AC/DC, Iron Maiden, Sex Pistol, Beatles.

Já o LADODALUA foi formado na região do ABC, sendo fruto de um projeto delineado pelo percussionista, com o objetivo de fazer música genuinamente brasileira, temperada com diferentes sonoridades. O primeiro trabalho da banda apresenta um reflexo da trajetória de Dalua, que também assina a direção geral do espetáculo. A banda promove uma simbiose de influências trazidas da capoeira e outros ritmos, que produzem elementos sonoros das mais variadas origens. Uma Jam session social de influências, repertório, bom gosto e sonoridade.


A formação do LADODALUA é:
Dalua na percussão e voz,
Elder Costa, guitarra e voz,
Emilio Martins , percussão,
Marcelo Resende, cavaquinho e voz
Edy Trombone, trombone, bombardino e percussão
Doutor Otávio, contrabaixo acústico e elétrico.
http://www.ladodadua.com.br/


Sobre Mauro Porto da Rocha – Mestre Maurão

Mestre Maurão inicia na capoeira em 1979, na cidade de Santo André/SP, no Grupo Nova Luanda, liderado por Mestre Valdenor, onde se formou no ano de 1985. Na adolescência, Mestre Maurão teve contato com o lendário Mestre Caiçara (Bahia) com quem pode ter um convívio muito próximo, tendo assim conhecimento legítimo de hábitos da velha Bahia.

Muitos Mestres foram referência na sua trajetória, em especial estão: Mestre Valdenor dos Santos, responsável por sua formação e Mestre Canhão (Discípulo de Mestre Bimba) que o auxiliou e orientou em sua profissionalização como capoeira. Mestre Maurão participou na década de 80 de vários campeonatos onde consagrou-se Tri-Campeão Brasileiro (consecutivo), além de ter sido por 14 anos Campeão Paulista.

Na década de 90 morou na Inglaterra onde ministrou aulas de capoeira e participou de apresentações e shows sobre a cultura brasileira. Em São Paulo foi uma das lideranças da famosa Roda da Praça da República, considerada como uma das rodas de capoeira mais tradicionais do mundo pelo fato de juntar vários capoeiras de diversas partes do Brasil.

Mestre Maurão adquiriu um grande respeito não só da comunidade capoeira, mas, angariou o respeito e a admiração de quem acompanhou a sua estória e o seu trabalho. Vivências e fatos que o levaram a ser internacionalmente conhecido como um grande atleta da Capoeira e um grande propagador da Cultura Afro-Brasileira.

SERVIÇO

Show Ladodalua –
Todas as últimas sextas-feiras de cada mês.
Abertura: 28 de fevereiro
Com apresentações até o final do mês de julho, 20h30 Abertura com roda de capoeira de Mestre Maurão
23h00 Início do show da banda LADODALUA

Entrada: preço único R$ 20,00 reais
Nome na lista R$ 10,00 reais - e.mail: lista@ladodalua.com.br
Duração do show: 1h20 minutos
Local: Centro Cultural Rio Verde: www.centroculturalrioverde.com.br
Rua Belmiro Braga, 181 – Vila Madalena
Tel: 011 34595321
Abertura da casa: 19h30
Lanchonete no local
Aceita cartões de crédito

Assessoria de Imprensa

Erika Alexandra Balbino
011 34822510 - 34826908
Rua Porangaba, 149
04136-020 – SP – SP
http://www.baobacomunicacao.com.br/
















Swami Jr e Marcelo Pretto em "Um + Outro" - no SESC Ipiranga (29/01)

                                   Swami Jr. e Marcelo Pretto



                                                       em


                                                  Um + Outro

O encontro entre o arranjador, compositor e multi-instrumentista Swami Jr. com o talentosíssimo intérprete Marcelo Pretto sintetisa as infinitas possibilidades que a música proporciona.


Marcelo Pretto é cantor autodidata, ator e arte-educador. Participa com destaque no grupo Barbatuques e é membro fundador do experiente grupo “A Barca”, que pesquisa há cerca de 12 anos músicas da cultura popular brasileira. Marcelo tem DVD lançado pelo Itaú Cultural em trabalho solo. Desde 2000, ministra oficinas de musicalização no Brasil e em cidades da França. Foi finalista do Prêmio Visa em 2002 e no Festival da Cultura recebeu o prêmio de melhor intérprete (2005).

Swami Jr. já gravou e se apresentou com grandes nomes da música brasileira e internacional como: Omara Portuondo (Cuba), Chico César, Maria Bethânia, Lokua Kanza (Benin), Zélia Duncan, Vanessa da Mata, Rita Lee, Elza Soares, Zeca Baleiro, Tom Zé, Rita Ribeiro, entre outros. Atualmente é diretor musical da diva cubana Omara Portuondo (Buena Vista Social Club) e vem consolidando sua carreira como produtor musical. Em 2008 lançou o album "Outra Praia", com canções próprias e parcerias.

Neste show, o duo apresenta canções do repertório de Swami, parcerias , interpretações inesperadas da música brasileira, muito groove e improvisação.

Formação
Swami Jr. - violão 7 cordas, baixo e voz
Marcelo Pretto - voz, batuque de corpo e efeitos especiais


SERVIÇO:
Swami Jr. e Marcelo Pretto em "Um + Outro"
Sábado, 29/01/2011- 20h00
Teatro do SESC Ipiranga Rua Bom Pastor, 822 - Ipiranga - São Paulo - SP

Ingressos:
R$ 16,00 [inteira]
R$ 8,00 [usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
R$ 4,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes]










OFICINA DE HAI KAI com ALICE RUIZ

Familiarização com a técnica e prática do hai-kai - poesia mínima de origem japonesa.

Dentro da parte teórica, teremos um apanhado sintético - uma introdução à "filosofia" zen, em função do hai-kai ser uma das práticas em direção à iluminação-satori.
Serão abordadas técnicas e formas, o que inclui algumas noções da escrita ideogrâmica e analisadas as produções de hai-kais japoneses e brasileiros, tendo assim um rápido panorama histórico.

Exercícios de tradução passando para a criação em conjunto e também para as produções individuais.
Fazem parte da oficina uma pequena apostila e um caderno com os melhores hai-kais feitos e selecionados pela equipe durante o curso.

serviço:
1, 2 e 3 de fevereiro

terça e quarta das 19h30 às 22h30
quinta, das 19h às 23h
valor: 2X de 195,00

Para todos os interessados em poesia.
Carga total: 10 horas - 3 encontros

B_arco

RUA DR. VIRGÍLIO DE CARVALHO PINTO, 426 - SÃO PAULO - SP - 05415-020 -
Tel.:(11) 3081-6986




Rita Ribeiro apresenta show no HSBC Brasil, dia 4 de fevereiro.

“A comemoração desse aniversário não poderia deixar de acontecer. O esoterismo nos diz que o número sete é mágico e transformador. Sete são os dias da semana. Sete são os pecados capitais. Sete são as virtudes. Sete são os sacramentos. Deus teria feito o mundo em seis dias, descansando no sétimo. E sete, claro, são as notas musicais. Logo, sete anos de Tecnomacumba, que é uma intervenção cultural que mistura música popular brasileira e religiosidade ancestral, não poderiam passar em branco, principalmente porque são sete anos de sucesso!”, explica Rita Ribeiro, que recentemente ganhou o Prêmio da Música Brasileira de Melhor Cantora na categoria Canção Popular por conta do DVD e CD Tecnomacumba – a tempo e ao vivo.


“Tecnomacumba é um trabalho que se expressou primeiramente em shows; depois, num disco homônimo de estúdio. Três anos mais tarde, principalmente por sugestão de um público fiel cada vez maior, resolvi gravar o CD ao vivo e o DVD, em cujos extras há um pouco da história de como tudo começou. Tecnomacumba é uma intervenção cultural que busca mostrar o quanto a MPB deve às religiões africanas. E essa intervenção, contra todos os prognósticos de um mercado musical que desaprendeu a lidar com a longevidade dos shows de música ou simplesmente com a música que não é descartável, contra todos os prognósticos, Tecnomacumba está fazendo sete anos de existência e resistência. Vou fazer um grande show de comemoração”, promete Rita Ribeiro.

Para abrilhantar a festa, a cantora maranhense convidou dois artistas cujos trabalhos têm bastante identificação com a intervenção cultural que vem fazendo há sete anos e, mais ainda, com sua carreira como um todo – Zeca Baleiro e Chico César. “ Admiro os dois. Começamos nossas carreiras praticamente na mesma época em São Paulo. Dividimos dores e delícias antes de aparecermos para o grande público, claro que guardadas as devidas proporções. E bem antes de Zeca e Chico serem disputados por intérpretes famosas da MPB, eu já cantava suas músicas em shows de São Paulo”, justifica.

Serviço


Local: HSBC Brasil
Endereço: Rua Bragança Paulista, 1281 - São Paulo - SP
Data: Sexta-feira, 04/02/11
Hora: 22h00min
Site: http://www.hsbcbrasil.com.br
Informações extraidas do http://showlivre.uol.com.br/



terça-feira, 25 de janeiro de 2011

8a. Coletiva de Artes Plásticas Campina do Taborda


Na programação Gambalaia - Exposição "DES-GENERANDO"

PROGRAMAÇÃO:
15/01 - SHOW DE VADIK BARRÓN


21/01 - SHOW DE RUBENS KURIN

28/01 - SHOW DE ANDRESSA DANTAS

22/01 A 27/02 - OCUPAÇÃO TEATRAL DA CIA DU MIRULINDO AOS SÁBADOS E DOMINGOS, COM DIVERSAS ATIVIDADES GRATUITAS E CONVIDADOS ESPECIAIS.

DIA 26 ABERTURA DA EXPOSIÇÃO ÀS 19HS "DES-GENERANDO" COM CURADORIA DE DOUGLAS NEGRISOLLI

TODAS ÀS TERÇAS A PARTIR DAS 21:30HS TEMOS O PROJETO "TERÇAS AUTORAIS" - ENCONTRO DE COMPOSITORES.
INSCRIÇÕES ABERTAS PARA INICIAÇÃO TEATRAL ÀS 2AS.FEIRAS DE MANHÃ E TARDE.


EM BREVE TEREMOS CINE-CLUBE (FILMES DE ARTE).


GAMBALAIA
Rua das Monções, 1018 - Bairro Jardim- Santo André – SP
e-mail: gambalaia@hotmail.com
site:www.gambalaia.com.br
Telefone: (11) 4316-1726





Exposição Coletiva POR QUE FAZEMOS ARTE?

sábado, 22 de janeiro de 2011

Show gratuito com MARIA BETHÂNIA na Paraiba

Eventos com entrada franca fazem parte da agenda do final do mês das férias com destaque para o show da Maria Bethânia, nas areias de João Pessoa (PB).

PROGRAMAÇÃO:
22/01/2011
Local: Busto de Tamandaré – Praia de Tambaú

Hora: 21h
Clã Brasil
Maria Bethânia


28/01/2011
Local: Ponto de Cem Réis – Praça Vital de Negreiros

Hora: 21h
Toninho Borbo
Zeca Baleiro

29/01/2011
Local: Busto de Tamandaré

Hora: 21h
Sex on the Beach
Manu Chao









quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Pedro Mariano abre temporada do Sons da Nova em 2011

MARCOANDRÉ e Banda no Studio SP - niver da Cidade de São Paulo

Exposição Lírica Brasilis de Clara Pechansky em Lisboa - Portugal

 English:
Veja as obras de CLARA PECHANSKY:  http://c-pechansky.blogspot.com/



"Canções que o amor me rendeu" - Rita Tavares volta ao teatro do Sesi -Rio Vermelho/ Salvador

Canções que o amor me rendeu

Rita Tavares retorna ao Teatro do Sesi

A cantora e compositora baiana, Rita Tavares, retorna aos palcos de Salvador na semana que vem, com Canções que o amor me rendeu, no Teatro do SESI do Rio Vermelho. O show, que foi sucesso de crítica e público no início do ano passado, vai acontecer no dia 27 de janeiro, às 20h.

A grande novidade, desta vez, é a participação especial de vários artistas do cenário musical baiano, cantando as composições de Rita. São eles: Cláudia Cunha, Joathan Nascimento, Luciano Aguiar, Borega, Ana Paula Albuquerque, Carlinhos Cor das Águas, Maurício Peixoto, Jana Vasconcellos, Renato Rivas, Luiza Brito e Gregory Baratoux e Jorge Macarrão. “É uma honra e um luxo tremendo ter esses grandes músicos e intérpretes cantando minhas canções”, comemora.

Canções que o amor me rendeu é um trabalho autoral, onde Rita Tavares mostra, em forma de canção, várias faces e etapas de relacionamentos sentimentais que vivenciou. Ritmos diversos são explorados nesse show como o samba, o xote, a valsa, o ijexá e o reggae, em músicas que falam de amor, da saudade, do homem ideal, do medo de voltar a se apaixonar, da solidão opcional, dos reencontros, entre outros acontecimentos próprios de todas as relações. Tudo, dentro de um ponto de vista especialmente feminino e com certa dose de humor.

Para a cantora, é uma grande ousadia montar um show com um repertório totalmente autoral, principalmente quando se trata de músicas inéditas e praticamente desconhecidas do público. “Mas é o recado que eu tenho a dar, tomando como referência situações que eu vivi e que, em forma de desabafo, foram transformadas em canções”, conta.

Na banda de Rita - que se acompanha ao violão - estão os músicos Asa Branca (violão), Ivan Bastos (baixo) e Marcelo Torres (bateria).

Biografia
Depois de morar 15 anos na Espanha, Rita, que também é jornalista, voltou ao Brasil em 2005 e, desde então, vem divulgando o trabalho construído na Europa. Na Espanha morou em Barcelona onde montou sua primeira banda “Coração Brasileiro”, atuando em vários locais como o London Bar, Cueva Del Drac, La Frágua, assim como em fiestas mayores na própria capital catalã e em cidades vizinhas.
Morou depois em Tenerife, nas Ilhas Canárias, e foi lá, segundo Rita, que assumiu a música, definitivamente, como profissão. Tocou em casas de jazz como El Búho, El Garbo e Blues Note. Fez seu primeiro grande show no teatro Viera y Clavijo, em 1994, acompanhada dos melhores músicos da ilha.

Atuou também em importantes auditórios como o El Laboral, El Paraninfo, dividindo shows com Luzia Santana, e com vários artistas no concerto América entre Nosotros, produzido pelo virtuoso músico venezuelano, Jesus Pinguino González. No auditório de CajaCanarias, ela participou do projeto Braslian Combos, junto a Rosa Passos, Emílio e Basi e Ana Paula Reis.

Em 2002 lançou o seu primeiro CD, o Arrebenta, composto, em sua maioria, de temas autorais. Para este CD, ela contou com sua banda formada por Nando de Oleza, Alfredo Llanos, Agostín Carló, José Pedro Pérez e Jesus Pinguino, além das participações especiais de Jorge Macarrão (de Brasília), Fernando Ortí, Naudo Negrón, Júlio Tejera, Ana Paula Reis, entre outros.

Selecionada pelo projeto “Artistas em Ruta”, Rita Tavares mudou-se para Madri e teve a oportunidade de levar sua música aos quatro cantos da Espanha. Tocou na Galícia (Lugo, Vigo e A Corunha), no País Basco (San Sebastián), Catalunha (Barcelona), Andaluzia (Córdoba), além de cidades próximas à capital como Alcalá de Henares, Toledo e Villalba.

Nos dois anos em que viveu em Madri, apresentou-se nas mais diversas salas, a exemplo das Suristán, Clamores, Galileo Galilei, Barbieri, Café Berlim e Calle 54 e nas casas de América e do Brasil. Dividiu palco com Gladston Galliza e Leo Minax, conceituados compositores brasileiros residentes na Espanha.

De volta ao Brasil
Na metade de 2005, resolve voltar ao Brasil, onde permanece até hoje, dividindo-se entre a música e o jornalismo. Em 2007 retornou às Ilhas Canárias para participar do Tensamba - importante festival de música brasileira que há quatro anos vem mexendo o caldeirão musical das Ilhas Canárias e da Espanha - fazendo shows no auditório da Cajacanarias, em Tenerife, e na Praça Teguise, em Lanzarote.

Em Salvador, lançou o seu CD Arrebenta, em 2008, no teatro do SESI e, no ano seguinte, no teatro Gamboa Nova, em temporada de casa cheia. Participou também de diversas apresentações do grupo Matita Perê, no teatro do Isba e na extinta Casa da Bossa.

Em Brasília a compositora foi selecionada pelo projeto Bibliomúsica, da Biblioteca Demonstrativa, e sempre atua no Feitiço Mineiro, espaço onde se apresentam muitos artistas conceituados de todo o país.

Atualmente, combina suas atividades de jornalista com as musicais.

Serviços:
O quê: show musical “Canções que o amor me rendeu” com Rita Tavares
Onde: Teatro do Sesi do Rio Vermelho -Salvador -BA
Quando: 27 de janeiro de 2011, às 20h
Ingresso: R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia)
Contato: (71)8763-2998  (71)9134-8093
www.myspace.com/ritatavaresbrasil



Reestréia "O Corpo Perturbador" -Salvador/ Bahia

"Um corpo invisível imagina-se em postais da cidade. Imagina-se! Pensa na sinuosidade e pensando em curvas sabe-se sedutor. A curva dos quadris, das cinturas e seios de tantas Gabrielas que passam por ele e das bundas de outros tantos Vadinhos.


Sua sinuosidade é outra, é para outros desejos. As curvas de sua coluna em S atraem outra platéia e incita um outro olhar. Sabe-se sedutor.

O devotee deseja suas pernas, suas costas, seus pés pequenos, suas próteses. O devotee devota."

O espetáculo impactante que conquistou o público na primeira temporada, traz uma abordagem diferenciada sobre o corpo que é considerado incapaz, não-belo, perturbador: o corpo com deficiência, fora dos padrões do pensamento hegemônico. Numa sociedade imensamente erotizada, acredita-se ser pertinente instigar uma outra reflexão sobre o assunto, abordando, a partir dos devotees, a sexualidade neste corpo, assim como as relações de poder intrínsecas nas relações afetivas, sociais, políticas, culturais e religiosas que envolvem os corpos e seus desejos.

Devotee é uma categoria de pessoas que têm fetiche pela deficiência. O que lhes atrai é a deformidade, é a especificidade de cada deficiência. Neste trabalho pretende-se, também questionar e problematizar o desejo num mundo onde a existência de um padrão é cada vez mais valorizada, mas que ainda existem pessoas que andam na contra-mão.

O corpo aqui representado pela coluna e sua escoliose, pelos inúmeros ajustes que faz para se equilibrar, fazendo-se, então, um paralelo e uma analogia entre os ajustes sociais e os ajustes físicos. A partir da sinuosidade das linhas deseja-se criar imagens significativas. As linhas sinuosas revelam sensualidade e provocam desejos. Um exercício a contemplação do que muitas vezes nos esquivamos.


Ficha técnica
Concepção e Direção: Edu O.
Intérpretes: Edu O. e Meia Lua
Músico/Compositor: Cássio Nobre
Preparação Corporal: Carolina Teixeira
Monitora: Diane Portella
Cenografia e Cenotecnia: Miniusina de Criação
Assistência de cenotecnia: Maurício Dominguez Vallejos
Costura: Saraí Santos e Agnaldo Queiroz
Figurino: Nei Lima
Costura: Dora Moreira e Letícia Santos.
Sapatos: Sr. Wilson
Iluminação: Miliane Matos
Produção: Ampla Produções e Eventos
Direção de Produção: Catarina Gramacho
Design: AF Design
Fotografia: Alessandra Nohvais

http://ocorpoperturbador.blogspot.com/






Juliana Ribeiro Cantando com os Novos Compositores no SESI / BA

Juliana Ribeiro Cantando com os Novos Compositores no Teatro do SESI /BA


Foi com sucesso de público que a cantora Juliana Ribeiro abriu o projeto Cantando com os Novos Compositores. Um espetáculo contagiante de repertório rico com a bela interpretação da anfitriã, a poderosa voz de Aloísio Menezes e o talento genuíno de Tom Barreto. E é dessa forma que o projeto promete dar seqüência com os próximos convidados que certamente irão alegrar as noites de sábado da Varanda do Teatro Sesi.

O projeto Cantando com os Compositores, idealizado pela cantora Juliana Ribeiro teve sua primeira edição em janeiro de 2010, na casa Tom do Sabor, no bairro do Rio Vermelho, com sucesso de público e crítica. A segunda edição ocorreu no mês de outubro, na Praça Tereza Batista, aprovado no Edital Tô no Pelô patrocinado pelo IPAC, alcançando um público diverso e um sucesso ainda maior da crítica especializada. Nesta terceira edição, Juliana traz a nova geração do cancioneiro popular baiano, sempre com uma novidade a cada noite associada ao seu show de Verão. Sua pesquisa – agora mais profunda com o título de Mestre em Cultura pela UFBA- permeia todo o espetáculo. Um show interativo e inteligente que fomenta a preservação da musicalidade autoral baiana.

As atrações deste sábado dia 22 são os compositores Tiganá Santana e Carlinhos Cor das Águas.

Tiganá Santana
Tiganá é um compositor brasileiro, pesquisador incansável das suas raízes afro-brasileiras, que revela através da sua criação e do seu cantar tão específico, imerso em percussão, violão e outros sons, um olhar moderno e ancestral sobre o mundo. Tiganá é um dos raros brasileiros a compor em línguas africanas, trazendo uma sonoridade inspirada na polifonia e com fonte na anterioridade, utilizando-se, sobremaneira, de inventividade e rigor estilístico de projeção e capacidade comunicativa universais. É um dos compositores favoritos da diva internacional Virgínia Rodrigues e este ano gravou o seu primeiro CD, Maçalê, com a brilhante direção musical de Luiz Brasil.


Carlinhos Cor das Águas
Carlinhos Cor das Águas é um compositor baiano que traz em suas canções a inspiração do cotidiano, do comportamento e do cenário da cidade de Salvador. Com mais de 20 anos de carreira, se identifica com a diversidade da música brasileira, respeitando as tradições e observando sempre as novas possibilidades dentro da contemporaneidade. Começou a fazer música inspirado no movimento Tropicalista, tendo como principais referências os compositores Caetano Velloso e Gilberto Gil. O artista costuma se apresenta em festivais de música, no carnaval de Salvador, em festas juninas, além de shows em teatro e outros eventos musicais.

SERVIÇO:
Juliana Ribeiro Cantando com os Novos Compositores
Quando: 22, 29 de janeiro
Local: Varanda do Teatro do SESI- Jequitibar- Rio Vermelho- Salvador - Bahia
Horário: 22hs
Ingresso na bilheteria: R$15,00
Obs: Os ingressos deverão ser pagos em dinheiro na bilheteria do teatro
Informações e reservas: 3332-2360/8703-3241



quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

29 Anos sem O Mito ELIS REGINA

Pimentinha, como muitos à chamavam.... Elis Regina nos deixou precocemente em 19 de janeiro de 1982. Dona de uma voz incomparável até hoje, Elis Regina era e continuará sendo,  o mito, a musa, a deusa da Musica Popular Brasileira.

Sempre caracterizo a voz de Elis Regina como: " Uma lagrima entre a boca e o coração" é essa sensação que tenho ao ouvir Elis desde muito nova.

Hoje, poderiamos tê-la cantando e acrescentando muito nosso cenário musical no mundo, no entanto acredito sempre, que "Anjos", sempre se vão mais cedo e ela se foi muito cedo!

Aqui minha homenagem a cantora que mais admiro até hoje e em todos os tempos. Elis Regina a "Atemporal".

Saudades Elis, saudades!
Rose de Paulo

Programação Funarte - janeiro de 2011- SP

Show: " SÓ NÃO CANTA QUEM NÃO QUER"

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

COOPERATIVA PAULISTA DE TEATRO APRESENTA PROJETO TEATRO NOS PARQUES 2011

A Cooperativa Paulista de Teatro e a TV Globo São Paulo oferecem à cidade, no seu aniversário de 457 anos, o projeto TEATRO NOS PARQUES, que se caracteriza pela realização de uma temporada teatral gratuita, entre 22 de janeiro e 13 de fevereiro de 2011, incluindo o dia do aniversário de São Paulo – 25 de janeiro - nos parques das zonas norte, sul, leste e oeste da cidade de São Paulo. O projeto conta com o apoio da TV Globo São Paulo.

Com a abrangência de 25 parques municipais, somando 32 apresentações teatrais e circenses, foram convidados grupos que já trabalham com uma linguagem teatral voltada para parques, ruas, espaços abertos ou alternativos, perfazendo um total aproximado de 300 artistas, entre atores, músicos e circenses, com linguagens acessíveis a todas as faixas etárias e camadas sociais.

VALOR CULTURAL

O objetivo do projeto é a inclusão cultural com a formação de espectadores para o teatro uma vez que os parques são freqüentados por todas as faixas da população, que poderão usufruir do bem cultural em agradáveis espaços públicos e gratuitamente. Espera-se com isso que os cidadãos paulistanos, e os que visitam a capital paulista, passem a se interessar pelas atividades culturais. Para tanto o projeto distribuirá de graça para os espectadores um folder com toda a programação do projeto TEATRO NOS PARQUES.

A programação completa acompanha está disponível no site www.teatronosparques.com.br


REALIZAÇÃO
Cooperativa Paulista de Teatro (www.cooperativadeteatro.com.br)
SUPERVISÃO
Ney Piacentini
IDEALIZAÇÃO E COORDENAÇÃO GERAL
Edson Caeiro (Algazarra Teatral)
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Letícia Holanda
imprensa@cooperativadeteatro.com.br
11 2117-4710



PROGRAMAÇÃO

22/01/2011
Parque Anhanguera – 15h
– Grupo Buraco d'Oráculo: A Farsa do Bom Enganador
Parque do Trote – 15h
– Cia Abacirco: Acuda Benedito
Parque Santos Dias – 15h
– Cia Pic Nic: Avoar
Parque Tiquatira – 15h
– Trupe Olho da Rua: Terra Papagalli

23/01/2011
Parque Consciência Negra – 15h
– Nucleo Pavanelli: O Básico do Circo
Parque Vila dos Remédios – 15h
– Cia Os Itinerantes: O Desejo de Catirina
Parque Chico Mendes – 11h
– Alexandre Roit: Pelada na Rua
Parque Santa Amélia - 15h
– Grupo Ivo 60: Sombras da Luz

25/01/2011
Parque Lydia Natalizio - 11 h
– Grupo Chão: Ruas de Barros
Parque Anhanguera - 15 h
– Teatro de Rocokoz - Um Show de variedades Palhacísticas
Parque Nabuco - 15 h
– Seres de Luz Teatro: A-la-pi-pe-tuá


29/01/2011
Parque São José - 15 h
– Grupo Namakaca: Zé Preguiça
Parque Raposo Tavares - 15 h
– Clã Estúdio das Artes Cômicas: Sonho de uma noite de verão
Parque São Jorge - 15 h
– Cia Baitaclã: Anuário Imaginário

30/01/2011
Parque da Luz - 15 h
– Companhia Estudo de Cena: O Mistério do Novo
Parque do Carmo - 15 h
– Trupe Sinhá Zózima: O Poeta e o Cavaleiro
Parque Raposo Tavares - 15 h
– Cia Pia Fraus: Bichos do Brasil
Parque da Barragem - 15 h
– Cia dos Inventivos: Canteiro

05/02/2011
Parque Lajeado - 15 h
– Cia Lúdicos de Teatro Popular: A ciranda do Villa
Parque Guarapiranga - 15 h
– Cia Mamulengo da Folia: A Folia no Terreiro de seu Mané Pacarú
Parque Raul Seixas - 11 h
– La Cascata Cia Cômica: Mãos à Obra

06/02/2011
Parque Vila do Rodeio - 15 h
– Brava Cia: A Brava
Parque Rodrigo de Gasperi - 15 h
– Cia Forrobodó: O Pavão Misterioso
Parque Lions Club Tucuruvi – 11h
– Cia Circo de Trapo: Dupla de Dois
Parque Pinheirinho d'água - 15 h
– Trupe Lona Preta: O circo da lona preta

12/02/2011
Parque Nabuco - 11 h
– LaMinima: Reprise
Parque Vila do Rodeio - 15 h
– Circo Navegador: Quixotes
Parque Shangrilá - 15 h
– Teatro Girândola: Conto de todas as cores

13/02/2011
Parque Raul Seixas - 15 h
– Cia do Miolo: O Doente Imaginário
Parque Chácara das Flores - 15 h
– Cia Trilhos Urbanos: Bumba meu Fusca
Parque Cidade de Toronto - 15 h
– Cia do Feijão - Reis da Fumaça
Parque Lions Club Tucuruvi - 11 h
– Cia Pasárgada: O Lixão


SINOPSES DOS ESPETÁCULOS



Acuda Benedito com a Companhia ABACIRCO - Explorando a linguagem do mamulengo e outras técnicas circenses, o grupo narra a estória de Benedito, um matuto que se muda para a cidade grande, onde vence todos os seus desafios.

A-La-pi-pe-tuá com o Seres de Luz Teatro - O público está aguardando o começo do espetáculo, os clowns chegam com tanta bagagem que poderíamos falar que a trupe está formada por muitos artistas, mas são Tanguito e Jasmim.

Anuário Imaginário com a Cia Baitaclã - O fio condutor dessa história é o calendário que nos leva a percorrer as diversas manifestações populares do Brasil que acontecem o ano todo.

Avoar com a Cia Pic Nic - Numa metrópole qualquer, entre edifícios e confusão do dia-a-dia, personagens melancólicos movidos pela saudade de um tempo feliz quebram a monotonia com brincadeiras e canções.

O Básico do Circo com o Núcleo Pavanelli de Teatro de Rua e Circo- Uma trupe circense tem em sua companhia uma nova bailarina, desastrada e trapalhona, mas conquista o coração dos palhaços que disputam sua atenção, enfrentando até mesmo o dono do circo.

Bichos do Brasil com Cia. Pia Fraus - O espetáculo é um resgate para que não ocorra a extinção de nossos animais, dentro do imaginário popular, que tanta influência exerce como fonte inspiradora dos mitos populares brasileiros.

A Brava com a Brava Cia. - A Brava é um espetáculo inspirado na história de Joana D`Arc que propõe uma reflexão sobre os objetivos, rumos e escolhas de cada individuo, e a sua postura frente às conseqüências destas escolhas.

Bumba meu Fusca com o Grupo Trilhos Urbanos - O enredo preserva as figuras originais do folguedo “O Bumba meu Boi”. Em Bumba meu Fusca Mateus e Catirina estão em São Paulo e enfrentam as agruras da metrópole.

Canteiro com a Cia dos Inventivos - Livremente inspirado na obra “Viva o Povo Brasileiro” de João Ubaldo Ribeiro, em um canteiro de obras, trabalhadores finalizam a construção de um Monumento.

A Ciranda do Villa com a Cia. Lúdicos de Teatro Popular - O pequeno e curioso Tuhu – apelido dado a Heitor Villa-Lobos em sua infância – faz uma viagem em sonhos por todas as regiões do Brasil e se depara com as culturas regionais e com cantigas populares.

O Circo da Lona Preta com a Trupe Lona Preta - É um espetáculo que, através de diversas linguagens artísticas, celebra cenas clássicas do circo tradicional e mambembe.

Conto de todas as cores com o Teatro Girandolá – Os artistas, após sofrerem uma grave crise de idéias, ficam impossibilitados de continuar contando histórias sozinhos e decidem unir cores e inspirações para contarem uma história única: a da menina Lili.

O Desejo de Catirina com a Cia. Os Itinerantes - Espetáculo que mistura em seu enredo drama e comédia, encenado por atores, músicos e bonecos numa fusão de teatro, dança, música (toadas), poesia e circo.

O Doente Imaginário com a Companhia do Miolo - A descoberta de que O Barão foi traído leva as personagens a reconstituírem todos os passos do Barão no seu último dia de vida, convidando o público a achar o culpado.

Dupla de Dois com a Cia. Circo de Trapo - Dois palhaços percorrem o mundo apresentando seus números. Enquanto seu parceiro está preocupado em mostrar ao público o espetáculo, seu Marcolino Antonio Sã só quer saber de brincar e se divertir.

A Farsa do Bom Enganador com o Buraco d'Oraculo - Adaptação da sátira clássica medieval do século XV, de autor anônimo, A Farsa do Mestre Pierre Pathelin. Dr. Calafanje, advogado falido e sua esposa Nuculote, mestres na arte de enganar, se envolvem com o inescrupuloso comerciante Salabaeto.

A Folia no Terreiro do Seu Mané Pacarú com o Mamulengo da Folia - Seu Mané Pacaru celebra o casamento de sua filha Marieta com o vaqueiro Benedito. Para o acontecimento, uma grande festa será realizada. Mas o Diabo invade a festa impedindo o casamento.

O Lixão com o Grupo Pasárgada - A convivência de uma comunidade com um lixão altera as relações pessoais, ninguém assume a responsabilidade pelo seu aparecimento e todos reclamam do incômodo vizinho. Até que resolvem fazer alguma coisa...

Mãos à Obra com La Cascata Cia Cômica - Os palhaços Mané e Zacarias são dois pedreiros que construirão o condomínio Garden Golden Towers Boulevard Shopping Business & Residence. O espetáculo aborda de maneira cômica a relação ambígua do homem com seu meio ambiente.

O Mistério do Novo com a Companhia Estudo de Cena - O espetáculo é uma investigação sobre o nosso modo de vida, apresentada pela Trupe Fulero Circo composta por desempregados e trabalhadores ocasionais.

O Pavão Misterioso com a Cia. Forrobodó de Teatro e Cultura Popular - A saga de Evangelista, jovem corajoso que se apaixona por uma condessa da Grécia, filha de um conde muito malvado.

Pelada na Rua com Alexandre Roit - A proposta do espetáculo é revelar ao mundo uma grande descoberta: o método que irá transformar um cidadão comum no maior jogador do mundo.

O Poeta e o Cavaleiro com a Trupe Sinhá Zózima - Findomundo era uma cidade pacata, risonha e livre, até que um dia um estrondo enorme atinge o ônibus de Findomundo. Surge o herói Dom Pendragon de Cantalupo determinado a restabelecer a ordem.

Quixotes com o Circo Navegador - O mundo dos pícaros, dos malandros são traduzidos aqui pelo ator, pelo saltimbanco, pelo artista de circo, pelo contador de histórias.

Reis de Fumaça com a Cia. Do Feijão - Um espetáculo composto de fragmentos: danças populares, depoimentos de personalidades ligadas a estas manifestações, documentos históricos relacionados à escravidão no Brasil.

Reprise com o Grupo LaMínima - Ao chegarem no local de sua apresentação, dois palhaços descobrem que foram contratados para o mesmo local, no mesmo horário, pela mesma pessoa.
Ruas de Barros com o Grupo Chão – O espetáculo narra os encontros do poeta Manoel de Barros com seus mais importantes personagens.

Um Show de Variedades Palhacisticas com o Teatro de Rocokoz - Uma carroça de saltimbancos surge no meio da praça, expondo a rotina de uma família de mambembes.

Sombras da Luz com o Grupo Ivo60 - A peça traz histórias de quem já perdeu tudo, menos a sensibilidade. Gente que acredita que “a buniteza é compartilhar os fracassos”.

Sonho de uma Noite de Verão de Shakespeare com o Clã Estúdio das Artes Cômicas. A peça une o clássico e o popular, a partir da linguagem de máscaras cômicas, do cordel brasileiro, do circo e trilha sonora popular executada ao vivo.

Terra Papagalli com a Trupe Olho da Rua - O espetáculo conta a história de um degredado do início do século XVI, tido como o primeiro rei do Brasil: O Bacharel de Cananéia.

Zé Preguiça com Grupo Namakaca - Com palhaçadas, malabarismos e contação de história, o Grupo Namakaca narra às peripécias de “Zé Preguiça”.

Os Três Porquinhos da Le Plat Du Jour reestreia, dia 22/01, no Centro da Terra

O infantil Os Três Porquinhos – de Alexandra Golik, Carla Candiotto e Alexandre Roit (Cia. Le Plat Du Jour) – entra em cartaz dia 22 de janeiro, no Teatro do Centro da Terra, para cumprir temporada até 20 de fevereiro, sempre aos sábados e domingos, às 16 horas.


No enredo de Os Três Porquinhos dois "açougueiros", Pipo e Pepe, interpretados por Aline Moreno e Vivian Bertocco, contam a história. Eles têm um açougue muito diferente dos convencionais. Nele há todo tipo estranho de carne: carne de óculos, carne de bicicleta, carne de martelo, carne de banana, menos carne de verdade.

Num certo dia aparece alguém querendo comprar carne de porco e então é armada toda a confusão. Um dos açougueiros se veste de lobo para, desta forma, entrar na clássica história Os Três Porquinhos e conseguir a carne tão almejada.

Será que eles conseguirão? Onde conseguirão? Como conseguirão? A montagem deixa estas perguntas no ar que são as outras surpresas prometidas pela companhia. O espetáculo tem um toque cartoonesco, é irreverente e musical, tendo na linguagem do palhaço o principal fio condutor.

O espetáculo foi contemplado com o Prêmio APCA 2003 de Melhor Autor e Prêmio Coca-Cola Femsa de Melhor autoria, melhor direção e melhores atrizes (para Alexandra Golik e Carla Candiotto).



SERVIÇO:
Espetáculo: Os Três Porquinhos

Criação: Alexandra Golik, Carla Candiotto e Alexandre Roit
Elenco: Aline Moreno e Vivian Bertocco
Direção: Alexandre Roit
Cenografia e figurinos: Luciana Bueno
Figurinista e assistente: Olintho Malaquias
Adereços: Ivaldo de Melo
Execução de cenografia: Nani Brisque, José Godoi e Sandra Helena Nunes
Operação de som e luz: Valdilho Cruz
Produção/realização: Cia Le Plat Du Jour

Reestreia: 22 de janeiro – sábado – às 16 horas
Teatro do Centro da Terra – www.centrodaterra.com.br
Rua Piracuama, 19 – Sumaré/SP – Tel: (11) 3675-1595 - Lotação: 100 lugares
Temporada: 22/01 a 20/02 – sábados e domingos – às 16 horas

Ingressos: R$ 30,00 (meia: R$ 15,00) – Bilheteira: seg. a sex. (10h às 17h) ou 2h antes das sessões – Aceita cheque e dinheiro. Não aceita cartões - Ing. antecipados: www.bilheteria.com, tel: (11) 3030-9544 - Ind. de idade: 4 anos Duração: 55 min Estacionamento grátis (vagas limitadas) - Acesso universal - Serviço de bar e café.

Créditos de Fotos: Luiz Doroneto
Assessoria de imprensa: ELIANE VERBENA

Tel: (11) 3079-4915 / 9373-0181 – verbena@verbena.com.br

Exposição PARABÉNS SÃO PAULO (São Paulo/SP)

O vernissage será realizado dia 20 janeiro, das 20h às 23h. Participam da exposição: Alfredo Monteiro, Ana Júlia Del Bianco Afarelli, Ana Maria Bittar, Betty Buarque, Cristina Okuhara, Darcy Rossi, Heloisa Afarelli, Joferraz, Katia Velo, Marcio Labate, Marco Oliveira Pinto, Olivia Carnevale, Rogério Romanek, Rosina D´Angina, Taisa Nasser, Teresinha César e Zatti.


Abertura:
Dia 20 de janeiro, das 20h às 23h.
Período de visitação:De 21 de janeiro a 28 de fevereiro de 2011
Informações:
Academia Brasileira de Arte, Cultura e História
Telefones: 11- 2836-3082 /11-7317-4160
Celular: 11-8019-5104
E-mail: abachsw@ig.com.br

KEILA ABEID & Quarteto no Café Piu Piu - SP

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

VERSÃO CULTURAL: SOS Rio de Janeiro CRUZ VERMELHA

VERSÃO CULTURAL: SOS Rio de Janeiro CRUZ VERMELHA: "Cada um de nós tem sua parte para ajudar, disso tenho certeza! Uma garrafa de água faz muita diferença para quem não bebe um só gole à dias!..."

SOS Rio de Janeiro CRUZ VERMELHA

Cada um de nós tem sua parte para ajudar, disso tenho certeza! Uma garrafa de água faz muita diferença para quem não bebe um só gole à dias!

Já que todos nós somos responsáveis pelo desrespeito Humano pela NATUREZA,  somos também responsáveis pela ajuda e sobrevivencia da nossa espécie.

AJUDE!

Doações também podem ser encaminhadas aos endereços abaixo:



Petrópolis - Na Igreja Wesleyana, no Vale do Cuiabá, e na Igreja de Santa Luzia, na Estrada das Arcas.


No centro de Petrópolis também foi montado um posto para receber doações, localizado na Rua Aureliano Coutinho, 81.


Teresópolis - a prefeitura do município também disponibilizou uma conta bancária para arrecadar doações para as famílias atingidas pelas enchentes:


Agência: 0741-2 (Banco do Brasil)
Conta: 110000-9
Nome da conta: "SOS Teresópolis - Donativos"


Cruz Vermelha Brasileira filial Rio de Janeiro - Praça Cruz Vermelha 1012, Centro do Rio de Janeiro


Cruz Vermelha Brasileira filial Nova Iguaçu - Rua Coronel Bernardino de Melo (ao lado da estação de trem e ao lado do Fórum antigo) 2085, Centro Nova Iguaçu / Travessa Alberto Cocoza, 86, Centro Nova Iguaçu (próximo ao calçadão de pedestres)


A Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro montou um posto para receber as doações na Fundação Para Infância e Adolescência (FIA), localizada na rua Voluntários da Pátria, 120, Botafogo - Rio de Janeiro.


Hemorio - o centro precisa de mais de 300 bolsas de sangue para suprir a demanda. Rua Frei Caneca, 8, Centro do Rio de Janeiro.


As doações devem ser feitas por pessoas entre 18 e 65 anos, com mais de 50 quilos e com bom estado de saúde. É preciso levar um documento com foto.
Mais informações e agendamento disque: 0800 282 0708
Para acessar a lista de telefones do Corpo de Bombeiros no estado do Rio de Janeiro, CLIQUE AQUI!


Shoppings do Rio de Janeiro também estão recolhendo doações. Veja mais AQUI!






Em São Paulo:


Defesa Civil - Rua Afonso Pena, 130 - Bom Retiro - São Paulo.


Cruz Vermelha - Av. Moreira Guimarães, 699 - Indianópolis - São Paulo - Próximo ao Aeroporto de Congonhas de segunda a sexta 8h às 18h.


Legião da Boa Vontade (LBV) - Rua Sérgio Tomás, 740 - Bom Retiro - São Paulo - Tel.: (11) 3225-4500




Em Minas Gerais:


Defesa Civil e Cruz Vermelha - Alameda Ezequiel Dias, nº 427, Centro Tel.: (31) 3239-4200


Doações: Água Mineral, Material de Higiene, Limpeza e Alimentos não perecíveis e enlatados.






Rose de Paulo

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Planeta no Parque 2011 - A floresta invade a cidade de SP




O ano de 2011 foi definido pela ONU - Organização das Nações Unidas como o Ano Internacional das Florestas. Motivos não faltam para que elas recebam mais atenção do mundo. Embora sejam cruciais para a nossa vida e o equilíbrio do planeta – abrigam 80% de toda a biodiversidade terrestre do mundo e pelo menos 1,6 bilhão de pessoas dependem delas para viver –, as florestas estão cada vez mais ameaçadas pelo desmatamento por conta das pressões urbanas, da exploração ilegal da madeira e do avanço da fronteira agrícola.

Por sua grande importância para a humanidade, é claro que o Planeta Sustentável não poderia ficar de fora desse movimento mundial pela conservação das florestas. Por isso, esse será o tema da quarta edição do Planeta no Parque, que será realizado de 22 a 25 de janeiro, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e marcará o início de nossas ações ao longo de todo o ano.

Com a campanha "A floresta invade a cidade" - que já está sendo divulgada nas revistas da Editora Abril -, o Planeta no Parque quer expandir “esse pedacinho” de floresta do parque símbolo da cidade, com suas mais de 15 mil árvores e 364 espécies, para toda a cidade de São Paulo – pelo menos no que tange a conscientização das pessoas.

“O Planeta Sustentável é uma plataforma de comunicação e um aprendizado constante. Temos muita interação com o público por vários meios, como o site, as páginas que publicamos nas revistas parceiras, os aplicativos e as redes sociais. Mas não há interação mais direta do que a que experimentamos no Planeta no Parque. É nesse evento que a gente interage mesmo, apresentando o que temos aprendido e também ouvindo quem vai até lá, para saber quais são suas dúvidas e interesses sobre sustentabilidade. É uma experiência e tanto!”, explica Caco de Paula, publisher do Planeta Sustentável.

O Planeta no Parque de 2011 terá uma série de atrações como shows, oficinas, brincadeiras, caminhadas e outras atividades para divertir crianças, jovens, adultos, estimular a criatividade e a imaginação, mas também a reflexão sobre a nossa responsabilidade com o equilíbrio do planeta e a conservação das florestas. Não perca!


SERVIÇO :
22 a 25 de janeiro de 2011
Marquise do Parque Ibirapuera -SP
Portões 3, 8 e 10
Entrada FRANCA

Cláudia Cunha em Nova Temporada do Show SOLAR em Salvador -BA

No novo trabalho, o canto nobre de Cláudia Cunha experimenta composições para o segundo álbum e refaz alguns caminhos antigos ao recriar clássicos nacionais. Em Solar, ela traz seus compositores preferidos: Gilberto Gil, João Donato, Dorival Caymmi, Noel Rosa e presta uma homenagem a uma de suas principais referências: Gal Costa. O espetáculo tem como cenário o pôr-do-sol da Baía de Todos os Santos, visto através da parede de vidro localizada no fundo do palco.


Em seu primeiro álbum, Responde a Roda, lançado nacionalmente pela gravadora Biscoito Fino (2009), Cláudia conta com a participação de conhecidos nomes da música brasileira como: Zé Renato, Roberto Mendes, André Mehmari, Toninho Ferragutti e Jurandir Santana. O cd foi resultado do Prêmio Braskem Cultura e Arte e produzido pelo compositor, violonista e arranjador mineiro Sérgio Santos.

Criada no interior do Pará, Cláudia cantava nas festas religiosas e populares. Ao se mudar para Belém, iniciou seus estudos de música no ambiente universitário e o percurso de cantora popular na noite, agregando essas referências, que se somam hoje na construção de seu trabalho artístico como intérprete e compositora. Há 14 anos fixou residência em Salvador, onde se formou em Música pela UFBA, e vem se destacando como intérprete em apresentações que já passaram pelos principais palcos e projetos artísticos da cidade.






Músicos:
Márcio Pereira - violão, guitarra e direção musical

André Luba - baixo

Emanuel Magno - percuteria




SERVIÇO:

Show Solar - Cláudia Cunha
Onde: Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos)*
Quando: 16, 23 e 30 de janeiro (domingos), 17h
Quanto: 10,00 (inteira) / 5,00 (meia)
Informações: (71) 3329-2418

Figurino: Cláudia di Moura
Produção: Sidney Rocharte

Fique por dentro de Cláudia Cunha:
www.myspace.com/claudiacunha
http://www.claudiacunha.com/
www.flickr.com/photos/respondearoda/

fotos: Vinicius Neves

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

"Meu Coração não quer viver batendo devagar" dia 12/02 com ISABELLA TAVIANI


Com uma trajetória de conquistas e muito trabalho, com boas e emocionantes músicas de MPB, Isabella Taviani desde 2010 esta na estrada e nos aeroportos para apresentar ao público brasileiro seu mais recente CD "Meu Coração não quer viver batendo devagar".
"Isabella Taviani Ao Vivo", seu segundo CD e " Diga Sim", seu terceiro CD,  não param de tocar desde quando os lançou. Mas esse seu novo trabalho, mostra para que veio Isabella Taviani ao mundo da Música Popular Brasileira. Uma cantora madura, segura da sua potência vocal, uma identidade única e com grandes parcerias. Ela encanta e conquistas diversas faixas etárias e assim seu publico fiel cada vez mais aumenta, reconhecendo seu trabalho e lhe aplaudindo de pé.

Mais uma vez Isabella Taviani volta a São Paulo, para um show inesquecível com as musicas do "MCNQVBD" e seus já eternos sucessos!

"Esta é mais uma publicação merecida à cantora e seu trabalho, mas é também um testemunho fiel de uma fã "abduzida" pelo seu talento e carisma, eu!"
Rose de Paulo









SERVIÇO:
Show:  "Meu Coração não quer viver batendo devagar" - Isabella Taviani
dia 12/02/2011 as 22h.
CREDICARD HALL
Av. Jamaris, 213 - Moema

CEP 04078-000 - São Paulo/SP
Referência: Próximo a Av. Ibirapuera
Informações sobre Ingressos: 11 4003.6464


Agradecimentos para a fonte de Imagens o site Mega Zap

Fafá de Belém abrindo as comemorações dos seus 35 anos de carreira

Fafá de Belém trás pela primeira vez para São Paulo, no Auditório Ibirapuera, o show do DVD “Ao Vivo”.




No repertório canções que representam sua trajetória como uma das maiores cantoras brasileiras. Dentre elas; Raça, Dentro de mim mora um anjo, Filho da Bahia, Sedução, Pode entrar, Meu disfarce, Aonde, Coração do Agreste, Que me venha este homem, Foi assim, entre outras.

De Milton Nascimento com sua Minas Gerais, passando por Caetano Veloso, Gilberto Gil, João Donato, Paulo André Barata, a percussão amazônica de Chico da Silva e do vibrante Trio Manari, da elegância de Chico Buarque de Holanda, Fafá traça o retrato deste Brasil musical. Do Oiapoque ao Chuí. Fafá de Belém ou ainda nossa Fafá do Brasil.

Serviço:
Data: dias 14, 15 e 16 de janeiro de 2011
Horário: sexta e sábado, às 21 horas, domingo, às 19h
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
Classificação Indicativa: Livre
AUDITÓRIO IBIRAPUERA
Capacidade: 800 lugares
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 2 do Parque do Ibirapuera.
Informações: info@auditorioibirapuera.com.br
Informações: 3629-1014 – Priscila/ 3629-1075
Site: www.auditorioibirapuera.com.br
Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamento Zona Azul – R$ 3,00 por duas horas. Dias úteis das 10h00 às 20h00, sábados, domingos e feriados das 8h00 às 18h00.

Transportes Públicos: Ônibus: Estação da Luz – Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Metrô Brás – Linha 5630 – Jd. Eliana / Metrô: Ana Rosa – Linha 675N – Terminal Sto. Amaro – Linha 677A – Vila Gilda – Linha 775C – Jd. Maria Sampaio / Metrô Vila Mariana – Linha 775 A – Jd. Adalgiza.

Horários da bilheteria do Auditório Ibirapuera: NÃO ABRE SEGUNDA-FEIRA
Terça a Quinta: das 11h às 18h / Sexta: das 11h às 22h / Sábado: das 9h às 22h / Domingo: das 9h às 20h
Ingresso em casa e pontos de venda: Sistema Ticketmaster, pelo site http://www.ticketsforfun.com.br
Ou pelo telefone: 4003-5588

Formas de Pagamento: Visa, Amex e Mastercard, todos os cartões de débito e dinheiro. Não aceita-se cheques.

Reservas sem taxa de conveniência pelo site: www.auditorioibirapuera.com.br
Formas de pagamento: apenas boleto bancário

Meia Entrada:
- Estudantes: apresentar na entrada Carteira de Identidade Estudantil.
- Professores da Rede Estadual, Aposentados e Idosos acima de 60 anos: apresentar RG e comprovante.
- Menores de 12 anos, acompanhados pelos pais, têm direito a 50% de desconto do valor da inteira, quando Censura Livre.

TEATRO: O Amante do Meu Marido

Show de Ney Matogrosso no RJ

Ney Matogrosso lança DVD Beijo Bandido no Vivo Rio, dia 13 de janeiro de 2011.

Depois do álbum e do show Inclassificáveis, aclamado pelo público e pela crítica especializada, Ney Matogrosso retorna com um novo trabalho, Beijo Bandido. Com direção musical e arranjos de Leandro Braga, Beijo Bandido mergulha em uma atmosfera de recital, quase camerística, quase um contraponto à sonoridade roqueira do projeto anterior.

O título, inspirado na letra de Invento (Vitor Ramil), dá o tom das intenções de Ney ao realizar um projeto no qual a criteriosa seleção de repertório é sublinhada por sua reconhecida excelência vocal como intérprete. “Inicialmente, achei que seria um disco de músicas românticas - depois de pronto, me dei conta de que se trata de um álbum pop de canções brasileiras”, conta Ney.

A banda que o acompanha na temporada do reúne Leandro Braga (piano), Lui Coimbra (cello e violão), Alexandre Casado (violino e bandolim) e Felipe Roseno (percussão). O quarteto reedita no palco a sonoridade acústica presente nas 14 faixas do CD homônimo. Os figurinos do cantor são assinados mais uma vez por Ocimar Versolato.

Ney Matogrosso trouxe para Beijo Bandido músicas que já pensava em cantar: “Já queria ter gravado Medo de Amar (Vinícius de Moraes), mas achava que era uma música feminina – e não é”, pontua. O mesmo se deu com Bicho de sete cabeças (Geraldo Azevedo/Zé Ramalho/Renato Rocha). Já a música Cor do desejo foi entregue a Ney em Maceió, durante a turnê de Inclassificáveis, por Junior Almeida, um de seus autores.


Serviço
Local: Vivo Rio
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Data: Quinta-feira, 13/01/11
Hora: 21h30min
Site: http://www.vivorio.com.br

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Exposição Mão da America - Memorial da America Latina

A Fundação Memorial da América Latina em parceria com a ABAPC promove exposição em homenagem aos 103 anos de Oscar Niemeyer.


A mostra é composta de obras inspiradas na Mão da América, de Niemeyer, símbolo do Memorial da América Latina. Os artistas desta exposição, na maioria com alguma passagem pelo Memorial, foram convidados a desenvolver suas linguagens plásticas e visuais sobre uma miniatura inspirada neste grande símbolo, confluindo assim a homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer com a reinterpretação artística do símbolo da Fundação. Foram produzidas 60 mãos em cerâmica e cada artista convidado teve a tarefa de construir novos significados poéticos a partir da reflexão sobre a escultura da Grande Mão e seu criador.

SERVIÇO:
Exposição: Mão da América


Abertura dia 11 de janeiro, às 19h30 com bate-papo com os artistas
período de 12 de janeiro a 12 de fevereiro de 2011.
De terça a domingo, das 9 às 18h
Galeria Marta Traba
Memorial da América Latina
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 portões 1, 5 e 6.
Estacionamento (pago): portão 8 e gratuito na abertura pelo portão 6
Informações: 3823.4708 Fax.: 3823 4706
galeria@fmal.com.br

ENTRADA FRANCA

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

PROMOÇÃO ESPECIAL: Hoje 07 de janeiro de 2011 aniversario do VERSÃO CULTURAL

UM ANO DE VERSÃO CULTURAL (07/01/2011)


Durante todo esse ano (e como passou rapido) estivemos unidos pela ideia de usufruir do que a Cultura e Arte possa nos proporcionar, nos enriquecer como seres humanos e citadãos.
Eu, como responsável deste blog, estive por diversas vezes em contato com famosos, anônimos, emergentes "viajantes" na "estrada" de fazer, trabalhar e divulgar Arte.

Neste ano, 2010, tivemos em menos de 1 ano entre os 100 melhores blogs brasileiros de cultura, ganhando o "SELO TOP BLOG10", conquistas que não tem preço, mas que necessita exclusivamente de você, artista e leitor.

Agradeço, por cada um que visitou "nosso" espaço, cada um que  me enviou seu trabalho, seu ideal.

Aos seguidores, muito obrigada por este ano e nos possibilite, divulgando esta pagina, termos mais e mais seguidores.

Aos meus parceiros de assessorias e direções de shows, artistas, exposições, peças teatrais, espaços culturais, escritores e afins, meu muito, mas muito obrigada!

AGORA É HORA DE FESTA e por isso queremos dar um presente a vocês.....

Lançaremos aqui agora uma PROMOÇÃO em parceria com o escritor, ator e apresentador Manoel Lima que nos proporcionou 3 exemplares do seu livro O VIAJOR

http://www.manoellima.com.br/
www.manoellima.com.br/youtube
http://www.oviajor.com.br/


AGORA PARA VOCÊ LEITOR - PROMOÇÃO

As três respostas mais criativas que responder no espaço "COMENTÁRIOS" deste post com seu email para contato, a pergunta: "O QUE É VIAJOR PRA VOCÊ?" ganhará e receberá em seu endereço um exemplar do Livro "O Viajor" autográfado pelo escritor Manoel Lima, ele mesmo selecionará as 3 (três) respostas mais criativas.
*Estará valendo as respostas postadas aqui de 07 de janeiro a 27 de janeiro de 2011até a meia noite, poderá ter no máximo 300 caracteres na resposta.
*Será desclassificados os participantes que não postarem seus emails de contato.
*Não será postados respostas que conterem teor de  preconceito como: religião, raça, cor, forma fisica,e opção sexual,  palavras de baixo calão, assim, não estarão concorrendo ao PRÊMIO.

Esperamos a participação de todos.

Obrigada!
E um iluminado 2011 para todos!

Rose de Paulo
produtora cultural

Márcio Ribeiro, Sérgio Mallandro, Nany People e Fábio Porchat mostram seus solos de stand ups na cidade de SP

Para combinar com a descontração do Verão, estação informal e alegre, o ano começa com pelo menos quatro comédias gênero stand-up comedy, em diferentes teatros da cidade. Diversão garantida, o público escolhe qual o tipo prefere e em qual endereço quer ir. Todas são assinadas pela PadRok Produções Culturais, de Fernando Padilha e Clarissa Rockenbach.

Programação

Venha Antes que eu Acabe - Solo com Márcio Ribeiro

Estreia: 08 de janeiro, sábado, às 23h59 - Temporada: até o dia 26 de março
(em cartaz às sextas e sábados, a partir do dia 14/01)


Conhecido nacionalmente por apresentar o programa infantil X- Tudo, na TV Cultura, Márcio Ribeiro é o fundados do Clube da Comédia, junto com Marcelo Mansfield, e do Comédia ao Vivo, com Danilo Gentili - os dois principais grupos de stand up de São Paulo. Um dos precursores do estilo no Brasil, tornou-se referência para os humoristas que vieram na seqüência.

Depois de ter dois enfartes, o ator criou o espetáculo Venha Antes que Eu Acabe. Depois dos sustos, resolveu mudar de vida, se transformando em humorista para contar a sua história em um monólogo usando o estilo stand up. Com maestria e bom humor, transforma histórias que poderiam ter sido motivos do encerramento de sua carreira, mas acabaram estimulando a sua continuidade.

Com cerca de 60 minutos de duração, conta as aventuras de uma pessoa que tem que mudar a vida em função de sua nova condição, a de enfartado. Falando sobre sua passagem pela UTI, seu estresse com o trânsito, sua mudança de hábitos e seu relacionamento com as mulheres, Márcio já divertiu mais de 30 mil pessoas com suas histórias pelo Brasil inteiro.

Márcio Ribeiro é ator e redator há mais de 20 anos, com atuação no cinema, teatro e TV, tendo ganhodo os prêmios de melhor ator no Festival de Gramado (Kikito), Festival de Brasília (Candango), Rio Cine Festival (Sol de Prata) e o prêmio Guarnicê (Festival de cinema do Maranhão). Isso fora outros prêmios pelo X Tudo e pela programação da TV Cultura, da qual participou ativamente por mais de uma década. Atualmente é contratado da TV Globo, e atua em Malhação.

Para ROTEIRO

VENHA ANTES QUE EU ACABE – Estreia: dia 08 de janeiro, sábado, às 23h59, no Teatro Nair Bello. Temporada: de 08 de janeiro a 26 de março de 2011. Capacidade: 202 lugares. Texto, direção e interpretação: Márcio Ribeiro. Duração: 60 minutos. Classificação etária: 14 anos. Ingressos: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia-entrada). Dias e horários: sextas-feiras e sábados, às 23h59.

TeatrO Nair Bello – Shopping Frei Caneca, 3o. Piso. Rua Frei Caneca, 569, Cerqueira César. Bilheteria: (11) 3472-2414. Capacidade: 202 lugares. Estacionamento do Shopping - Estapar: R$ 6,00 por 2 horas, R$ 7,00 para 3 horas. Ar-condicionado. Possui acessibilidade a portadores de deficiência física. Bilheteria aberta de terça a domingo, das 15h às 20h ou até o início das sessões. Aceita dinheiro, cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Ingressos também pela internet, via www.ingresso.com ou Televendas: (11) 4003-2330.



___________________________________________________________________


Sérgio Mallandro Sem Censura - Solo com Sérgio Mallandro
Estreia 11 de janeiro, terça-feira, às 21h - Temporada: até o dia 01 de março

O irreverente e controvertido humorista Sérgio Mallandro, recém-saído do reality show A Fazenda, traz aos palcos de São Paulo, pela primeira vez, o seu solo de stand up comedy Sérgio Mallandro Sem Censura.
Ícone da cultura trash, o humorista compilou no solo as experiências vividas no programa da TV Record, além de outras histórias. Com seu humor característico e consagrado popularmente, Mallandro diverte a plateia mais jovem revivendo o passado desde sua estreia na televisão com o apresentador Silvio Santos. Passa, ainda, pela participação na TV Globo, com Xuxa Meneghel, e Chico Anysio na Escolinha do Professor Raimundo.










Para ROTEIRO

SÉRGIO MALLANDRO SEM CENSURA – Estreia: dia 11 de janeiro, terça-feira, às 21h, no Teatro Shopping Frei Caneca. Temporada: de 11 de janeiro a 01o de março. Capacidade: 600 lugares. Texto, direção e interpretação: Sérgio Mallandro. Duração: 80 minutos. Classificação etária: 14 anos. Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia-entrada). Dias e horários: terças-feiras, às 21h. Fotos: Alex Pasquale.

TeatrO Shopping FREI CANECA – Shopping Frei Caneca, 6o. Piso. Rua Frei Caneca, 569, Cerqueira César. Bilheteria: (11) 3472-2229 / 2230. Capacidade: 600 lugares. Estacionamento do Shopping - Estapar: R$ 6,00 por 2 horas, R$ 7,00 para 3 horas. Ar-condicionado. Possui acessibilidade a portadores de deficiência física. Bilheteria aberta de terça a sábado, das 13h00 às 19h00 ou até o início das sessões, domingo das 13h00 às 18h00. Aceita dinheiro, cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Ingressos também pela internet, via www.ingressorapido.com.br ou Call Center: (11) 4003-1212.



___________________________________________________________________

Projeto Férias de Humor no Procópio

Então... Deu no que Deu - Solo com Nany People
Estreia 12 de janeiro, quarta-feira, às 21h00 – Temporada: até o dia 02 de março
Com estilo inconfundível, Nany People apresenta pela primeira vez em São Paulo o seu solo de stand up comedy Então... Deu no que Deu. Também recém-saída do reality show A Fazenda, Nany People estreia em solo com texto descontraído, satirizando, ainda, situações do cotidiano, suas experiências na televisão e as diferenças entre os universos masculino e feminino. Tudo de maneira bem-humorada e altruísta. “Na vida, qualquer forma de discurso, para ser pertinente, tem que ser bem-humorado, Então… Porque não rir da gente mesmo?”, comenta Nany People.


NANY PEOPLE é mineira, radicada em São Paulo. Atriz e humorista, em extensão universitária em Artes Cênicas pela Unicamp e Teatro Escola Macunaíma. Desde 2004, é mestre de cerimônias do maior festival de humor da América Latina, o “Risorama / Curitiba” e em 2010, foi da “2º Mostra Brasileira de Stand-up Comedy / Rio de Janeiro”. Projetou-se no cenário nacional, em 1997, como repórter do programa Novo Comando da Madrugada, de Goulart de Andrade, pela extinta Rede Manchete. Ainda na tevê, trabalhou como repórter especial nos programas “Flash”, de Amaury Junior (Band), Hebe (SBT) e A Praça É Nossa (SBT). No cinema, trabalhou com Caio Blat, em “Cama de Gato”, de Alexandre Stokler. Trabalhou por dez anos no Teatro Paiol (em São Paulo), com Paulo Goulart e Nicete Bruno. Atuou ao lado de Marília Pêra e Arlete Salles em “Acredite um Espírito Baixou em Mim”, de Ronaldo Ciambrone, e “Nany People Salvou meu Casamento”. Atualmente está em turnê com o seu 1º solo de stand-up comedy “Então… Deu no que Deu”.

Para ROTEIRO

ENTÃO... DEU NO QUE DEU – Estreia: dia 12 de janeiro, quarta-feira, às 21h, no Teatro Procópio Ferreira. Temporada: de 12 de janeiro a 02 de março. Capacidade: 671 lugares. Texto, direção e interpretação: Nany People. Duração: 60 minutos. Classificação etária: 14 anos. Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada). Dias e horários: quartas-feiras, às 21h. Fotos: Moisés Pazzianotto.

TeatrO PROCÓPIO FERREIRA – Rua Augusta, 2.823, Cerqueira César. Bilheteria: (11) 3083-4475. Capacidade: 671 lugares. Estacionamento conveniado: MultiPark - Rua Augusta, 2.673. Ar-condicionado. Possui acessibilidade a portadores de deficiência física. Bilheteria aberta de segunda a segunda, das 14h às 19h ou até o início das sessões. Aceita dinheiro, cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Ingressos também pela internet, via www.ingressorapido.com.br ou Call Center: (11) 4003-1212.



______________________________________________________________________________________

Projeto Férias de Humor no Procópio

Fora do Normal - Solo com Fábio Porchat
Estreia 13 de janeiro, quinta-feira, às 21h - Temporada: até o dia 03 de março

Fora do Normal, solo do humorista Fábio Porchat traz ao palco observações bem- humoradas sobre situações do dia-a-dia. Trata-se de uma comédia que aborda, entre outros assuntos, telemarketing, viagens ao Exterior e tecnologia em banheiros.

Contratado da Globo como roteirista e ator do programa Tudo Junto e Misturado, ao lado de Bruno Mazzeo, Porchat é integrante do primeiro grupo de stand up comedy do Brasil, o Comédia em Pé, que está em cartaz ininterruptamente há quatro anos no Rio de Janeiro. Referência em todo o país quando o assunto é humor, o ator já se apresentou também em Portugal e no Japão com seu estilo histriônico que cativa as platéias.
“O stand up tem sido o responsável por trazer o jovem de volta para o teatro, lugar novo para essa geração internet. Internet, aliás, que é a principal divulgadora dos comediantes. Através de sites como Youtube e Twitter, vídeos de trechos do show são disponibilizados para todo mundo. Com isso, o grande público passa a tomar conhecimento desse trabalho que vem sendo desenvolvido no Brasil”, comenta Fábio.
Para ROTEIRO

FORA DO NORMAL – Estreia: dia 13 de janeiro, quinta-feira, às 21h, no Teatro Procópio Ferreira. Temporada: de 13 de janeiro a 03 de março. Capacidade: 671 lugares. Texto, direção e interpretação: Fábio Porchat. Duração: 60 minutos. Classificação etária: 14 anos. Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada). Dias e horários: quintas-feiras, às 21h. Fotos: Bruno de Lima.

TeatrO PROCÓPIO FERREIRA – Rua Augusta, 2.823, Cerqueira César. Bilheteria: (11) 3083-4475. Capacidade: 671 lugares. Estacionamento conveniado: MultiPark - Rua Augusta, 2.673. Ar-condicionado. Possui acessibilidade a portadores de deficiência física. Bilheteria aberta de segunda a segunda, das 14h às 19h ou até o início das sessões. Aceita dinheiro, cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Ingressos também pela internet, via www.ingressorapido.com.br ou Call Center: (11) 4003-1212.



Assessoria de Imprensa
ARTEPLURAL Comunicação
Fernanda Teixeira - 3885.3671
fernanda@artepluralweb.com.br