Translate

quarta-feira, 7 de março de 2012

Munrimbau - março 2012


Concerto com a Meio-Soprano espanhola Nancy Fabiola Herrera com a Orquestra do Theatro São Pedro


Meio-Soprano espanhola Nancy Fabiola Herrera é a solista dos concertos da Orquestra do Theatro São Pedro em março
O concerto será em homenagem ao Dia Internacional da Mulher que acontece no dia 8 de março.
Nos dias 10 e 11 de março acontecem os concertos da Orquestra do Theatro São Pedro (Orthesp) com a meio-soprano espanhola Nancy Fabiola Herreraque se apresenta pela primeira vez nos palcos da capital paulistana. A Orthesp é do corpo artístico do Governo do Estado e da Secretaria da Cultura e será regida pelo maestro Emiliano Patarra, dia 10, sábado, às 20h30, e no dia 11, domingo, às 17h, no Theatro São Pedro, em São Paulo. Ingressos: R$ 20,00 e meia entrada.
A orquestra apresenta um repertório que traz trechos das óperas Carmen e Sansão e Dalila, compostas pelos franceses Georges Bizet (1838 – 1875) e Camille Saint –Saëns (1835 – 1921).

De Carmem, a Orthesp executa o prelúdio e Nancy Fabiola Herrera cantará três árias: “Habanera”, “Seguidilla” e “Chanson Bohème”. Já de Sansão e Dalila executa o Bacanal e meio-soprano espanhola interpretaré as árias “Printemps qui commence”, “Samson recherchant ma presence” e o trecho mais famoso da ópera – a ária “Mon coeur s`ouvre a ta voix”. 

A meio-soprano já tem bastante intimidade com as duas obras. Ela já interpretou o papel-título de Carmen em palcos como o do Metropolitan de Nova York, o Covent Garden de Londres, a Ópera de Berlim e as Termas de Caracalla, em Roma, entre outros. Ainda neste ano, Nancy Fabiola Herrera canta o papel em Las Palmas e na Ópera de Munique. Como Dalila, ela fez sua estreia no Brasil, no Festival Amazonas de Ópera de 2009.


Programa:

Georges Bizet - L´Arlésienne

* Pastorale
* Farandole

Georges Bizet – Carmen

* Prelude
* Habanera "L´amour est un oiseau rebelle"
* Seguidilla "Près des remparts de Sèville"
* Entr`acte ato III
* Chanson Bohémienne

Intervalo

Camille Saint Saens – Danse Macabre, poema sinfônico
Aline Pascutti, violino

Camille Saint Saens – Sanson et Dalila

* Danse des Prètesses de Dagon
* Ária “Printemps qui commence”
* Prelude, ato II
* Ária “Amour! Viens aider ma faiblesse!”
* Bacchanale
* Ária “Mon coeur s´ouvre a ta voix”

Nancy Fabiola Herrera é na atualidade uma das mais destacadas intérpretes do panorama lírico internacional. Entre suas interpretações estão as óperas CarmenAnna BolenaSansão e DalilaOs Contos de HoffmannL’Italiana in AlgeriWertherNormaRigoletto (na atual Temporada da Ópera de Paris), além de muitas zarzuelas, gênero que defende em diversas gravações comerciais, inclusive ao lado de Plácido Domingo com quem estreará em Santiago do Chile no mês de julho na ópera Il Postino.
Possui um espetáculo próprio, chamado Gitanas, que tem percorrido várias cidades da Espanha, principalmente sua cidade natal Las Palmas nas Ilhas Canárias, onde é formada em canto pelo Conservatório Municipal antes de passar pelo Real de Madri e Juilliard School de Nova York.
Detentora de diversas premiações, Nancy Fabiola Herrera foi condecorada com o Plácido Domingo Award 2010 por sua interpretação de Carmen na Ópera de Los Angeles.
Apresenta-se nas principais Salas de Concertos do mundo, tendo sido dirigida  por maestros como Lopes Cobos, de Burgos, Plasson, Domingo, Ricci, Rescigno, Haider entre outros.
Sua discografia inclui trabalhos para a Deutsche Grammophon, Opus Arte, Columna Música, ASV Living Era, Arte Nova e Naxos.

Youtube
Nancy Fabiola Herrera sings Carmen by Bizet:http://youtu.be/rP8yEbBxiDs

Nancy Fabiola Herrera: La Favorita (Donizetti): http://youtu.be/gpUaVAeVNRw

 

Nancy Fabiola HERRERA sings 'Habanera' by Bizethttp://youtu.be/SisfLXnhS_M

 

Emiliano Patarra é formado em regência pela Faculdade Santa Marcelina, recebeu a orientação, em sua formação, do Maestro Roberto Duarte. Frequentou dois programas internacionais de aperfeiçoamento em Regência Orquestral, um com o maestro Guillermo Scarabino, realizado no Teatro Colón de Buenos Aires, outro com o maestro Luís Gorelik e a Orquestra Sinfônica de Concepción, Chile.  Iniciou sua carreira como regente assistente da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e trabalhou por cinco anos no SESC/SP, dirigindo a Orquestra de Cordas. Na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) – Tom Jobim atuou, por 10 anos, como professor de Prática de Orquestra e dirigiu a Orquestra de Cordas. Entre 2001 e 2008, foi regente assistente e coordenador artístico da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos. Também foi fundador e diretor musical do Núcleo de Ópera da Faculdade Santa Marcelina (FASM).

Orquestra do Theatro São Pedro (Orthesp) é do corpo artístico do Governo do Estado e da Secretaria da Cultura e foi fundada em 2010 com direção musical de Roberto Duarte e regência titular de Emiliano Patarra.
Serviço:
Concertos da Orquestra do Theatro São Pedro (Orthesp)
Dia 
10 de março, sábado, às 20:30h
Dia 
11 de março, 
domingo, às 17h.
Regência: Maestro Emiliano Patarra
Solista: 
Nancy Fabiola Herrera 
(meio-soprano) da EspanhaTheatro São Pedro
Rua Barra Funda, 171
Barra Funda – São Paulo
Tel: 3667-0499
636 lugares.
Duração: 01:45h
Classificação indicativa: 8 anos
Ingressos: R$ 20,00 e meia entrada.
Vendas pela bilheteria e pelo Ingresso Rápido http://www.ingressorapido.com.br/evento.aspx?ID=19680
Horário da bilheteria: De quarta a domingo - Das 14h às 19h ou até o início do espetáculo



Mais informações sobre a divulgação com Miriam Bemelmans (MTB 26.374) pelos telefones (11) 3034-4997 e (11) 9969-0416, pelo e-mail miriam@bemelmans.com.br ou pelo site www.bemelmans.com.br
 
Miriam Bemelmans
(11) 3034-4997
(11) 9969-0416
miriam@bemelmans.com.br
www.bemelmans.com.br

Lançamento Livro: "Mulheres: Esquerdas, Política e Trabalho"


“Mulheres: Esquerdas, Política e Trabalho” é o tema da 7ª edição da revista PERSEU: História, Memória e Política.
Nova edição traz, além de Dossiê, documentos, artigos,
caderno de fotos e resenhas de livros
           
Em consonância com a conjuntura política e as novas possibilidades acerca do debate de gênero, a Fundação Perseu Abramo (FPA) e o Centro Sérgio Buarque de Holanda (CSBH) lançam o novo número da revista PERSEU: História, Memória e Política. Publicação semestral editada pelo historiador e coordenador do CSBH, Dainis Karepovs, a sétima edição do periódico que completa cinco anos de existência, propõe reflexões sobre o tema “Mulheres: Esquerdas, Política e Trabalho”.

Anterior ao surgimento do conceito de esquerda na França revolucionária, a luta das mulheres, as noções de gênero, patriarcado, feminino e feminismo colocaram-se em pauta em diferentes períodos, regiões e situações sociopolíticas. No Brasil, especificamente, a luta ganhava contorno histórico durante o Período Imperial (XVIII), quando foi reconhecida a necessidade de uma educação para a população feminina.  Na esquerda, as incursões de partidos como o PCB (Partido Comunista Brasileiro), a realização da Semana de Arte Moderna de 1922 e o papel da ativista Nísia Floresta proporcionaram uma visibilidade para a pauta durante o início do século passado.

Para os anos 2000, a criação da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SEPM) no Governo Federal, durante o mandato Lula, a Lei Maria da Penha (11.340, sancionada em 2006) e o aumento significativo da participação das mulheres na política contribuíram para uma análise dos avanços e as lacunas do movimento. No “Dossiê”, que expõe a temática sugerida no título, quatro militantes narram desde a participação das mulheres nas lutas armadas brasileira e argentina - como no primeiro artigo - até a participação da presidenta Dilma Rousseff no combate contra a ditadura civil-militar no Brasil. Em “Rompendo a invisibilidade: Narrativas femininas sobre os bastidores da militância política em 1968 na cidade de Osasco”, a doutoranda em História Social pela USP (Universidade de São Paulo) e pesquisadora do Diversitas (Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos) Marta Gouveia de Oliveira Rovai busca mostrar como o silêncio da memória provocado pela ditadura civil-militar nas décadas de 60, 70 e 80 contribuiriam para o enfraquecimento de uma narrativa da invisibilidade. Ao analisar a situação do município de Osasco (SP) na época, contribui para o entendimento atual dos rótulos que significam a cidade de forma pejorativa e inferiorizadora.  O terceiro texto, assinado por Soraia Carolina de Mello, analisa as mudanças observadas nos últimos trinta anos na atividade profissional das mulheres e a sua via negativa pela ausência na repartição do trabalho doméstico entre os sexos.

Destaque para as seções “Documentos” que conta com o histórico relatório do 1° Encontro Nacional do PT sobre o Movimento de Mulheres; “Cadernos de Fotos” com as produções gráficas de campanhas, imagens e atividades das mulheres do PT das esferas municipal, estadual e federal e material reflexivo escrito por Eduardo Suplicy, Elisabeth Lobo e a resolução da Comissão Executiva Nacional do PT com “Debate do aborto: Partido aprova a garantia constitucional do direito à prática do aborto em caráter indicativo”.

Por fim, os leitores encontram a resenha de “A tessitura dos direitos: Patrões e empregados na Justiça do Trabalho, 1953-1964”, de Larissa Rosa Corrêa e Felipe Pereira Loureiro e o direito a réplica no “O jogo da dissimulação: Abolição e cidadania negra no Brasil”, de Wlamyra Albuquerque.

Ficha Técnica:

Editora: Editora Fundação Perseu Abramo
Título: Perseu: História, Memória e Política – 7ª Edição
Tema: Mulheres: Esquerdas, Política e Trabalho
ISSN: 1982-4289
Páginas: 304
Preço: R$ 40,00 (quarenta reais)


Sobre a Editora Fundação Perseu Abramo:

Fundada em 1997, a Editora Fundação Perseu Abramo é um espaço para o desenvolvimento de atividades de reflexão político-ideológica, estudos e pesquisas, destacando a pluralidade de opiniões, sem dogmatismos e com autonomia. Com mais de 180 livros em catálogo, a editora conta com autores importantes como Antonio Candido, Celso Furtado, Aloysio Biondi, Michael Löwy, Marilena Chaui, Lélia Abramo, Milton Santos, Maria da Conceição Tavares, Francisco de Oliveira, Maria Rita Kehl e Leandro Konder, entre outros.
www.efpa.com.br                    twitter:@editora_perseu



Erika Alexandra Balbino
Baobá Comunicação, Cultura e Conteúdo
Rua Porangaba, nº 149, Bosque da Saúde
04136-020 - São Paulo - SP
+55 11 3482-2510 | +55 11 3482-6908
cid:image002.jpg@01CC381D.6ABE3880  cid:image003.jpg@01CC381D.6ABE3880 Visite nosso site

CATADORES
REESTRÉIA TERÇA - DIA 27 DE MARÇO AS 21:00 HS
NO ESPAÇO PARLAPATÕES,

CATADORES, com texto de Claudia Maria de Vasconcellos e direção de Jairo Mattos, reestreia dia 27 de março as 21:00 HS no Espaço Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, 158 –  Consolação).

Num cenário no melhor estilo circo-teatro,  Jairo Mattos e Paulo Gorgulho interpretam dois velhos palhaços que fazem de tudo para fugir do tédio. Tudo muda quando um deles, não suportando mais ser velho, joga fora barbas e dores e se transforma num rapagão forte e bem disposto, criando com seu parceiro uma relação totalmente nova.
Diálogos, movimentos e gags são pontuados por música ao vivo, executada pelo maestro Marcello Amalfi, que faz o papel de um homem-banda, com vários instrumentos ligados ao corpo: percussão, trompete, acordeão e guitarra elétrica.


FICHA TÉCNICA

Texto: CLAUDIA MARIA DE VASCONCELLOS
Direção: JAIRO MATTOS
Elenco:  PAULO GORGULHO E JAIRO MATTOS
Trilha sonora original e Música ao vivo: MAESTRO MARCELLO AMALFI
Direção de produção/administração: MARIO SERGIO LOSCHIAVO

SERVIÇO:
Local: Espaço Parlapatões
Estreia -  Terça-feira 27 de março de 2012
Temporada até: 16 de maio
Horários:  Terças e Quartas as 21:00 Horas
Ingressos: R$ 15,00 (estudantes e idosos) / R$ 30,00 (adultos)
Indicado para maiores de 16 anos

ESPAÇO PARLAPATÕES  –  PRAÇA ROOSEVELT
Praça Franklin Roosevelt, 158   /  tel: 3258-4449
Capacidade: 96 lugares / Aceita cartões Amex, Diners, MasterCard, Visa / Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a domingo a partir das 16hs / Vendas pela Internet:http://www.ingressorapido.com.br / Vendas pelo telefone: 4003-1212 / Não aceita cheque / Não aceita reservas / Acesso para deficientes físicos / Não tem área para fumantes / Tem ar-condicionado.



Informações para a imprensa com Mario Sergio Loschiavo – MS39 Produções  – (11) 3862-7946